Coroa De Diamante

"Levanta a cabeça princesa, senão a coroa cai."

Look: MEANINGLESS.

Blusa – (comprei em Lavras)

Short – eu que fiz ^^

Bota – Arezzo

Bolsa – Marie Cherry

Anúncios

Como customizar um short.

Hoje resolvi trazer vários videos para vocês se inspirarem ou mesmo aprenderem a customizar seu short ou aquela sua calça velha que não usa mais e inová-la. Então aperte o play ai:

O vídeo tá bem explicativo, acho que deu pra entender apesar estar em inglês. Mas caso você ainda não entendeu , vai precisar de:

-Um short.

-Tesoura, alicate de unha e uma pinça.

-Rebites.

-Corante líquido.

-Luvas, uma bacia e uma escova de dentes.

-Sal.

E não se esqueça que a água tem que estar quente.

Apesar do vídeo ser longo eu consegui entender direitinho. Inclusive já fiz um short inspirado nesse vídeo ( apesar de não ter ficado tão bom quanto o dela /: haha ).

Bom, o segredo é só usar a imaginação. E pra quem quiser comprar, dê uma olhadinha aqui. Beijoos.

“O outro lado do egoísmo.” Por Clarissa Corrêa.

Certas coisas me deixam triste. E louca. Como pode a gente gostar de uma pessoa, ver que ela está chateada e ficar de braços cruzados? Como pode você perceber que o outro está te tratando diferente e ficar indiferente? Como pode a gente só olhar para o próprio umbigo e para as necessidades pessoais? Como pode a gente só pedir apoio, calma, paciência e compreensão e não dar nada em troca? Como pode a gente não se dar por inteiro, mas esperar que a outra pessoa esteja inteira? Hoje em dia é muito fácil querer, exigir, fazer questão que o outro nos enxergue. Difícil mesmo é se colocar no lugar do outro, tentar se ver de longe e analisar onde está o nosso erro.

É muito fácil pedir, pedir, pedir. Difícil é se doar. Porque normalmente as pessoas têm a triste mania de jogar na cara. Fiz tal coisa por você. E eu por você. Daí vira aquela agressão gratuita, aquela lavagem de roupa suja, aquela coisa feia e antipática que não combina com sentimento. Mas então eu me pergunto: será que tudo combina com sentimento? Claro que não. A gente não consegue ser bom o tempo inteiro. A gente não consegue deixar de lado as mágoas e seguir em frente. Tem coisa que alfineta, cutuca, aperta. E é preciso gritar, tirar, sair desse círculo vicioso e ruim.

Não é fácil. Mas também não é tão complicado assim. Basta querer. Basta sair daquele pedestal. Basta realmente se importar com o que faz. A gente pensa que é muito bacana e que faz o melhor que pode. Que bobagem. Nem sempre lutamos com força e com fé. Às vezes, a gente só deixa a vida nos levar, como se fosse um rio que leva pedaços de árvores e lixo.

O ser humano é egoísta demais. Se preocupa com a própria vida e finge que se importa com os outros. Então eu questiono: será que eu me importo? Será que você se importa? Até onde você é capaz de ir? Que sacrifícios você é capaz de fazer? Você consegue, por algum momento, deixar de lado sua vida para se preocupar com a do outro? Pequenas doses de egoísmo são bem-vindas e essenciais para a sobrevivência. Mas não dá pra se embriagar: tudo que é demais faz mal.

Dance Like Nobody’s Watching.

Uma pergunta: você também gosta de dançar loucamente no quarto em frente ao espelho? Haha. Eu faço muito isso quando estou sozinha, ou melhor ainda, com minhas amigas. Aquele momento em que você só quer saber do ritmo da música e dança feito uma retardada. Ou não. haha. Bom, já pensou em sair do seu quarto e ir dançar em um lugar público? E o mais legal, fingir que está no seu quarto e não se importar com ninguém que está ali ao seu redor, simplesmente ser feliz! 

Bom, isso Angela Trimbur faz direitinho. Eu estava navegando pelo youtube quando encontrei ela. Simplesmente AMEI ela. A coragem , a loucura e a felicidade dela contagia. hahah. Ficou curioso? Então dá um play ai:

Então, quem ai se atreve a fazer quinem ela? haha. Adorei!!